Leia também!

Jogar Tetris bloqueia flashbacks de memórias ruins, diz estudo

Jogar Tetris ajuda a bloquear flashbacks de memórias ruins, de acordo com um estudo da Universidade de Cambridge, no Reino Unido. Os pesquisadores acreditam que o jogo pode ser um meio simples, porém importante para evitar o desenvolvimento da síndrome do estresse pós-traumático, uma doença comum...

Ler Notícia Completa

Microsoft lança plataforma para promover o uso de Minecraft como ferramenta de educação

Minecraft é um game de criação que não para de surpreender com as funções cada vez mais inusitadas que encontram para o game e, se o jogo já está sendo usado até para fazer "pixel art", por que não levá-lo para as escolas? Educadores como Sara Kaviar já estão usando o game como uma ferramenta pa...

Ler Notícia Completa

Professor brasileiro é premiado em programa para educadores da Microsoft

Um professor brasileiro Francisco Tupy foi premiado pelo programa Educator Exchange, promovido pela Microsoft e realizado em Seatle (EUA) no último mês. O evento reuniu educadores de todo o mundo com o objetivo de promover o uso da tecnologia na didática das escolas. O projeto do brasileiro pas...

Ler Notícia Completa

Notícia - Falando Sério

Novas tecnologias mudam a rotina de aulas de Educação Física em Cajazeiras

As aulas de Educação Física do IFPB Campus Cajazeiras não são mais as mesmas desde a chegada de um novo instrumento para a prática de exercícios: um videogame. Apesar de parecer contraditória a associação entre os games em vídeo e a prática de exercícios físicos, as novas tecnologias têm tornado estas duas atividades uma aliada para tirar as aulas de Educação Física da rotina.

A diferença e a inovação estão no uso do console de videogame da plataforma Nintendo Wii, que utiliza, no jogo Wii Sports, os movimentos corporais do jogador para simular movimentos esportivos de diversas modalidades, como boxe, tênis, golfe, boliche e basebol. O aparelho foi doado pela Receita Federal ao campus e já conquistou seu lugar nas aulas.

"Lógico que esse tipo de aula não deve ocorrer todas as semanas, pois acabam virando rotina também. Mas, fazendo a periodização adequada, ele tem bons resultados, principalmente para aqueles alunos que não têm tanta habilidade para os esportes de quadra que envolvem bola, ou ainda aqueles que não têm afinidade com a piscina", revela o professor Juan Parente Santos.

Os exergames, como estão sendo chamados este tipo de jogos, se revelam como um auxílio das novas tecnologias para tornar as aulas de Educação Física mais dinâmicas, ajudando no aprendizado das regras de novos jogos, como golfe e basebol, e fugindo do "quarteto" futsal, basquete, vôlei e handebol.

O professor Juan destacou também o espírito de cooperação que surgiu entre os alunos, no momento em que eles passaram a tentar dominar os movimentos do Wii Sports, de uma maneira que não acontecia na quadra ou na piscina. "Outro fator inetressante e imprescindível está no esforço físico em si, que deixou muita gente suada e cansada ao término da atividade", lembra o professor Juan Parente.


Compartilhe essa notícia

Novas tecnologias mudam a rotina de aulas de Educação Física em Cajazeiras

As aulas de Educação Física do IFPB Campus Cajazeiras não são mais as mesmas desde a chegada de um novo instrumento para a prática de exercícios: um videogame. Apesar de parecer contraditória a associação entre os games ...[clique e leia na íntegra]