Leia também!

Anúncios pornográficos eram exibidos em jogos infantis da Google Play Store devido a um bug

Um app malicioso foi responsável por fazer com que cerca de 60 jogos publicados na Google Play Store veiculassem anúncios pornográficos. Entre os aplicativos estão games infantis e títulos baixados mais um milhão de vezes na loja online da Google. O problema foi flagrado pela empresa de seguran...

Ler notícia completa

Desenvolvedores de games cancelam prêmio de fundador da Atari após acusações de assédio

Nolan Bushnell fala abertamente sobre reuniões que empresa realizava em banheiras e outros comportamentos inapropriados com mulheres. Ele 'aplaude' decisão. Os organizadores da Conferência dos Desenvolvedores de Games (GDC, na sigla original) anunciaram nesta quarta-feira (31) a decisão de cance...

Ler notícia completa

Sim, jogadores profissionais de games podem ter carteira assinada.

Com a profissionalização dos jogadores de games, quem escolhe viver da habilidade no mouse, teclado ou joystick tem direito a carteira assinada e aos benefícios de atletas e de outros profissionais? Sim. É o que pensam advogados especializados em direito desportivo que estavam na Campus Party 20...

Ler notícia completa

Notícia da Web

Cuidado! Alguns jogos para celular podem ouvir o que crianças assistem na TV

Essa não é a primeira vez que apps que ouvem o que os usuários estão fazendo, conversando ou mesmo assistindo na TV são expostos. Mas, desta vez, parece que alguns games mobile para crianças estão monitorando através do microfone de smartphones o que seu público está consumindo na televisão.

As informações são do New York Times, que descobriu que vários jogos focados em crianças, e também em adultos, estão monitorando o ambiente continuamente para descobrir que anúncios estão sendo vistos na TV. Os dados então são repassados para anunciantes, que podem melhorar a disseminação de suas propagandas para os horários em que o público certo está assistindo.

De acordo com o periódico norte-americano, os apps identificados usam um software produzido por uma startup chamada Alphonso. O elemento pode ser incluído em qualquer app para Android ou iOS e captura o áudio de comerciais de TV em exibição nas proximidades. Em seguida, o código envia o som para identificação dos anúncios de forma individual no Shazam, e os dados, em seguida, podem ser vendidos para anunciantes.

app cel

Nada ilegal?

O jornal entrou em contado com a Alphonso, e a empresa explicou que não está fazendo nada ilegal. Os apps que usam seu software só o fazem quando o usuário concede as permissões para o uso do microfone e precisam detalhar essa coleta de dados nos termos de uso. A companhia ainda afirma que seu software consegue diferenciar interações humanas de comerciais de TV e, por isso, só captura o segundo tipo de áudio.

“O consumidor está concedendo permissão conscientemente e pode revogar isso a qualquer momento”, disse Ashish Chordia, CEO da Alphonso, sobre a coleta de áudio por apps que usam seu software.

A Alphonso detalhou que mais de mil apps para Android e iOS já contam com seu serviço embutido, mas afirmou que não oferece a ferramenta para apps e games destinados a crianças. Mesmo assim, o New York Times conseguiu encontrar alguns títulos infantis tanto na loja da Apple quando na da Google que continham o identificador de áudio da Alphonso.

Até o momento, não se sabe se a empresa enfrentará algum tipo de litígio por seu software estar embutido em apps infantis.


Compartilhe essa notícia

Cuidado! Alguns jogos para celular podem ouvir o que crianças assistem na TV

Essa não é a primeira vez que apps que ouvem o que os usuários estão fazendo, conversando ou mesmo assistindo na TV são expostos. Mas, desta vez, parece que alguns games mobile para crianças estão monitorando através do m...[clique e leia na íntegra]